segunda-feira, 20 de abril de 2009

"Bons Ares"

Fugi um pouco!

Estou há dias sem dar notícias, porque resolvi dar uma descansada de tudo e todos, de todos os compromissos ou até mesmo dos prazeres cotidianos, é bom trocar de ares e hábitos um pouco, então decidi aproveitar o feriadão para fazer coisas diferentes, por isso acabei não aparecendo por aqui.

Estou em Buenos Aires. Nunca tinha vindo, estou encantada com isso aqui. É uma Europa pertinho do Brasil. Me esqueci de trazer o fio da máquina para passar as fotos para o computador, então depois coloco algumas cenas do feriadão aqui. O passeio está sendo ótimo, muito agradável.

Reduzindo em palavras meu feriado: viagem, carro, barco, parrilla, espanhol, feirinhas, conversas, sol, porto, comida, Mafalda, caminhadas, passeios, tango, táxis, fotos, família, risadas...

Mas apareci aqui para falar da importância de se seguir regras. Claro que nem todas as regras devem ser seguidas, mas algumas é melhor que sigamos a risca para o nosso próprio bem estar.

Nosso hotel fica bem numa zona central de Buenos Aires. É bem bonzinho, tem dois elevadores antigos, daqueles que se tem puxar duas grades de ferros e fechá-las para que ele ande. Diz no espelho que é para no máximo quatro pessoas, mas é bem espaçoso, dá para seis pessoas tranqüilo.

Ontem quando eu minha mãe e minha irmã estávamos subindo do café da manhã já tinham três pessoas no elevador e entramos nos três. Consequência: o elevador simplesmente só conseguiu subir um andar e parou, conseguíamos abrir a porta de dentro, mas a de fora, como o elevador não estava encaixado na porta do andar não tinha como abrir, ai foi aquela função, tocar alarme, esperar alguém vir. Pelo menos nesse tipo de elevador abrindo a porta de dentro conseguíamos falar com as pessoas de fora e entrava ar. Foram só alguns minutos na função, ninguém perdeu a calma, mas não precisava essa situação.

O rapaz que estava no elevador antes de nós diz que viu que a capacidade era de quatro pessoas, mas achou deseducado nos dizer para não entrar.

Eu não tinha prestado atenção em placa nenhuma, principalmente em viagem fico prestando atenção em tantas outras coisas e detalhes que esses desse tipo acabam passando.

Moral da história: se há informação colocada em local como elevadores ela não é desnecessária, se fosse ninguém ia botar lá e sempre há situações em que não dá para ser educado.

Bom feriado para todos.

8 comentários:

  1. Que legal! Não esquece das massas, há um restaurante que se chama Brocolino, fica bem no centro, tem excelente massas e pães!

    ResponderExcluir
  2. Hehehehe, desculpa Pecs, mas achei engraçado, não contive o riso. Deus me livre ficar presa num elevador, mas sendo desses abertos até vai... que tri essa trip! Depois quero ver as fotos, tens que dançar tango, hein!!! Beijão

    ResponderExcluir
  3. M A F A L D A!!! Manda beijos pra ela, Cla!

    ResponderExcluir
  4. Que showwwww!!
    Também queroooo!

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh coisa boa viajar!
    Ainda bem que a função no elevador não demorou muito, às vezes dá um nervoso...
    Depois quero ver as fotosssss!!
    Bjãoo

    ResponderExcluir
  6. hahahaha vo ter q concordar com a Mel, nao teve como nao achar engraçado! Mas, tens a experiencia de ficar presa em elevador internacional, eu só fiquei no elevador do meu prédio mesmo! hehehe
    Beijo grande (Cacau)

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando um post esta com varios comentarios como este! Respondendo a eles, Rodrigo comi massa sim, muita boa por sinal, mas o restaurante era italiano. Melzinha teve quadrinhos sim, viagem com a familia Garcias sempre tem. Carol eu e a Luciana sempre nos lembravamos de ti vendo tudo da Mafalda que existia. Ana e Li viajar é ótimo mesmo e aconselho muito essa viagem. Cacau muito bom te identificares, pois as vezes fico pensando em qual das Carlas estão escrevendo.

    ResponderExcluir
  8. O único problema de ficar preso no elevador é ter vontade de fazer xixi!!
    Imagina a situação!
    :P

    ResponderExcluir