sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Carta para Noel

Ainda em tempo de escrever uma carta para o Papai Noel.

Caro Papai Noel,

Tenho tantos pedidos que nem sei por onde começo.
Bom, na verdade preciso que você use todo o seu poder, influência, carisma e popularidade (a qual nessa época do ano está em evidência já que vejo seu rosto estampado por todos os lados, fantasias suas, miniaturas, etc, em quantidades que nunca vi de nenhum outro personagem ou celebridade) e me consiga alguns favores com outras pessoas.
Primeiro preciso que você fale com o São Pedro. Diga para ele prestar mais atenção, e fazer uma média pluviométrica correta, dividindo as chuvas com igualdade entre todos os lugares, não quero mais ouvir falar de secas, enchentes e inundações.
Se quando estiveres a procura do São Pedro acabares cruzando com o Cúpido, pede para ele treinar mais a pontaria, e nunca jogar flecha só em uma das pessoas, flechar só se for as duas pessoas e ao mesmo tempo, nada de flechar um e esquecer de usar a segunda flecha, ou usá-la muito depois quando o efeito da primeira já estiver terminado.
Agradece o anjo da guarda da minha mãe por ter agido de forma tão competente esse ano, bem como os anjos de todas as pessoas que eu amo.
Diz para a Cegonha que ela trouxe duas encomendas certinhas esse ano, minha afilhada Gabriela e o Gustavinho, dois bebês adoráveis, duas pessoinhas que eu já adoro muito, pede que ela mande uma dessas encomenda para a minha amiga Edi, que analise mais as famílias antes de fazer as entregas, para não entregar para as desestruturadas e sem condições de cuidar de seus filhos e avisa que daqui a alguns aninhos eu quero uma encomenda para mim.
Sei que para a Cegonha trabalhar a Dona Morte não pode se aposentar ou ficar tirando longas férias, mas o que eu mais desejo é que ela fique bem longe de todas as pessoas que eu conheço, anota bem esse pedido e repassa para ela, pois é o mais importante.
De coisas que estão diretamente ligadas ao seu alcance, acho que só desejo lembrá-lo que existem muitas crianças esperando por ti, muito mais do que as que mandam cartinhas e tem endereço certo, sei que é mais difícil de encontrá-las, pois moram em vilas, favelas e nas ruas, mas vê se faz um esforço para localizá-las e releva se elas não se comportaram muito bem, pois elas têm motivos para isso e não são culpadas por eles.
Esses são os meus pedidos e me comportei bem esse ano, mereço tê-los atendidos.
Sei que Dezembro deve ser um mês difícil para ti, muito trabalho, mas pense que logo virão muitos meses de férias.
Até logo Noel,
Abraços

Clarissa Maia Garcias

4 comentários:

  1. Q linda essa árvore de natal! Eh da tua casa?? Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooo, Cla! Adorei! Beijo

    ResponderExcluir
  3. Fizeste muito bem os teus pedidos, alguns são meus também.
    Em relação ao último, o Papai Noel, quando o ler, lembrará que ele tem bons representantes cuidando das crianças 'negligenciadas', os quais fazem tudo que está ao alcance deles, principalmente nessa época do ano, para trazer um pouquinho de felicidade pra vida delas. Beijão, Clá

    ResponderExcluir
  4. Heheheh!
    A tua carta está engraçada!! Pobre Papai Noel... Dura missão!!

    Antes de sair dando todos os teus recados, ele vai precisar de muita coragem!!

    São Pedro vai mandar ele ensinar o padre a rezar missa, o Cupido pode simplesmente desistir da sua árdua missão, se sentindo incompreendido, e a Dona Morte, bem... esta é bom deixar quietinha, não perturbar!!

    Agora, de tudo, lembrar Papai Noel que existem crianças pobres, abandonadas... Coitado... Ele vai sair presenteando os casais com pílulas e camisinhas e os governantes com cartilhas de ética e honestidade...

    O pobre velhinho vai precisar de longas férias... As pessoas estão deixando seu fardo mais pesado que o saco de presentes que ele possa carregar!!

    ResponderExcluir