sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

- Solo le pido a Dios-

Final de ano é época de reflexão. Tempo de pensar no que já se realizou e no que ainda precisamos fazer para que o próximo ano seja melhor do que o que já passou, pois afinal de contas, sempre pode melhorar. Existem as reflexões e desejos de transformações e evolução no âmbito na vida privada, mas diante do momento em que estamos vivendo, no qual a violência urbana vem aumentando consideravelmente, não é possível uma melhoria da vida pessoal sem termos uma melhoria da sociedade. Pessoas muito próximas de mim vivenciaram nos últimos dias situações de violência, as quais trazem medo e insegurança para todos, não só para os que passaram por elas.

Esse é um problema muito grave, claro que o Estado é também responsável por ela, mas a população não pode esquecer, principalmente agora que está ficando “refém” das conseqüências trazidas pelo caos instalado, que tem RESPONSABILIDADE SOCIAL. Se a maioria das pessoas continuar indiferente a tudo que está acontecendo, sem fazer a sua parte, sinceramente não sei aonde isso vai parar, ou pior, isso não vai parar, vai continuar e ir aumentando com o passar do tempo.

Então, desejo para 2009 que as pessoas sejam menos INDIFERENTES e que assim possam fazer DIFERENÇA.

Vale muito a pena conferir esse vídeo:



O utilizamos em várias ocasiões esse ano na Promotoria, pois a música possui uma letra maravilhosa e o vídeo traz como mensagem exatamente o que eu estou querendo dizer.

Um comentário:

  1. é verdade, Clá! E é tudo tão rápido e deixa marcas tão fortes.

    ResponderExcluir